Como se não bastasse a verdade doída da destruição e do luto, a população na Indonésia ainda precisa lidar com a mentira. Boatos anunciavam um novo tremor – ainda mais forte – e o rompimento iminente de uma represa, que inundaria áreas onde estão milhares de vítimas.

As autoridades desmentiram, mas o pânico voltou a tomar conta da Ilha de Sulawesi, atingida na última sexta-feira (28) por um terremoto, seguido de um tsunami. Cerca de 60 mil pessoas estão desabrigadas, reféns da escassez de água, comida, energia e sofrem agora também com os boatos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.